Pedras Para Jardim: Vantagens, Tipos e Como Escolher

Existem diversos tipos de pedras para jardim no mercado do paisagismo e da decoração. Acontece que este item, tão interessante, apresenta variações incríveis capazes de compor o nosso jardim e assim deixando-o ainda mais atraente, aconchegante e organizado.

Mas, do mesmo modo, a grande variedade de produtos é capaz de fazer com que fiquemos confusos na hora de escolher a melhor opção. E para isso, nada melhor do que pensarmos nas vantagens, nos tipos e nas características que devemos levar em conta na hora da compra.

E para te ajudar nesta tarefa, elaboramos o nosso artigo de hoje. Nele você saberá tudo o que precisa para comprar o melhor tipo de pedra para a sua casa, promovendo ótimos resultados. Acompanhe a seguir as informações:

 

 

Vantagens de utilizar pedras para jardim

Antes de qualquer coisa, elencamos as principais vantagens de incluir este tipo de item natural no seu jardim. Veja:

Decoração

É claro que este é um dos pontos mais vantajosos de se incluir pedras no jardim. A decoração fica muito mais atraente, o quintal fica mais organizado e traz aconchego visual. A partir de diferentes estilos de pedras, podemos elaborar diversos efeitos decorativos em nosso jardim.

Não há manutenção específica

Outro ponto que podemos pensar como uma grande vantagem é com relação à manutenção deste material. Afinal, estamos falando de uma pedra, certo? E que tipo de manutenção é necessário para garantir a beleza constante deste material? Quase que nenhuma!

Considerando que não precisamos irrigar nem cortar, nem lavar… Enfim! Apenas o ato de estar ali já basta. Exceto claro, em ambientes onde a grama pode insistir em invadir o espaço das pedras. Ou então, em ambientes onde veículos passam e precisamos rastelar para manter um nivelamento uniforme.

Mas, da mesma forma, essa manutenção é feita pouquíssimas vezes. Você não precisará se preocupar com isso de modo repetitivo em todo fim de semana, por exemplo.

Contorno para o quintal

Você pode ainda utilizar as pedras para delimitar um lindo contorno para o seu quintal e os canteiros. Formando um design mais bonito, organizado e atraente para a entrada da sua casa. Além de, obviamente, utilizar as pedras para formar caminhos em nosso jardim.

Afasta as pragas

Você sabia que casas que contam com pedras em sua volta tendem a ter menos pragas, como insetos? Pois é! Isso porque o ambiente fica mais organizado, e não há tantos atrativos para este tipo de animal. Uma vez que não há acúmulo de plantas, umidade e barro, por exemplo.

Mantém o ambiente limpo

Seguindo a linha anterior, portanto, manteremos a nossa casa sempre mais limpa. Uma vez que a pedra não permite que forme lama, depois da chuva, nem que se tenha muito pó, em tempos secos. O equilíbrio e a limpeza se mantêm em qualquer estação.

Ambiente menos seco

Embora você não tenha problemas com lama, por exemplo, no seu jardim, você pode perceber que o ambiente deixa de ser tão seco. Isso porque as pedras podem absorver a água, mantendo uma umidade equilibrada no ambiente. Logo, há mais conforto e um ar mais leve em volta da sua casa.

Tipos de pedras para jardim

Conhecendo as vantagens do uso de pedras no jardim, uma coisa nos ficou claro: é uma ótima ideia incluir este tipo de item em nossa casa, certo? Mas, vem a dúvida: quais os melhores tipos de pedra para jardim? Pois bem, acompanhe a seguir e conheça variedades incríveis:

Pedra de rio

Este é o tipo de pedra mais utilizado nos jardins brasileiros. Como o seu próprio nome já diz, este tipo de pedra é extraído dos rios, passando por um processo de peneiramento. A partir disso, já estão prontas para irem para os jardins. Podendo, dessa forma, serem tanto expostas ao sol, como ficam tranquilamente em ambientes mais úmidos.

O acabamento é em tons de bege, embora tenha várias tonalidades dentre as pedrinhas de rio. O efeito é muito bonito e as pedras são bem arredondadas, dando a impressão de que são “lixadas”. Este nada mais é do que o resultado da água batendo durante anos.

Outro ponto interessante deste tipo de pedra é que ela tende a ser muito mais barata que as outras opções no mercado, devido à facilidade de extrair-se esse produto.

Pedra do tipo brita

Em contrapartida ao valor das pedras de rio, que apresentam um cunho mais decorativo, temos a brita como uma opção ainda mais barata. O seu saco de 20 quilos pode chegar a custar apenas R$3,00. Porém, o seu acabamento é mais irregular, tendo pedras pontudinhas e pedras mais arredondadas.

Além disso, você pode encontrar diferentes tamanhos de brita, trazendo uma variedade para a composição do seu jardim. A brita é ótima para praticamente todos os ambientes.

Pedra dolomita

A pedra dolomita é um pouco mais decorativa que a opção da brita. Isso porque ela tem um aspecto de branco mais elegante, com um toque de preciosidade. Este tipo de pedra é mais recomendado para formar caminhos no jardim, já que o seu efeito fica mais bonito com esse tipo de disposição no ambiente.

Esta é uma das pedras mais caras do mercado. O seu valor pode ficar em torno de R$25,00 o quilo. Portanto, se o ambiente que você deseja decorar é razoavelmente grande, tenha em mente que é bem possível que você gaste um bocado para deixar tudo uniforme e bonito.

Pedra seixo natural

A pedra de seixo natural é outra opção decorativa, bem parecida com a pedra de rio. Os seus tons bege e marrons proporcionam um ar de mais naturalidade para o ambiente. Podendo, dessa forma, fazer composições com contornos, preenchimento de canteiros e até mesmo os grandes caminhos de nossos jardins.

O preço é praticamente o mesmo que o da pedra de rio, na faixa de R$5,00 o quilo. Perdendo somente para o valor indiscutível da brita, obviamente. Porém, se você pretende decorar pequenas áreas apenas, este valor pode ser bem interessante e acessível.

Pedra branca

Por fim, temos a brita do tipo branca. Sendo outra opção clássica, que mantém o seu quintal bonito, organizado e com um toque mais elegante e sofisticado. O valor do quilo está em torno de R$4,00. Esta pedra é muito recomendada para pontos que se queira dar destaque no seu jardim. Uma vez que a sua cor é bem intensa, com um leve efeito brilhoso.

 

 

Como escolher o tipo ideal de pedra para jardim?

Agora que você já pôde conhecer diversos modelos de pedras para jardim, é chegado o momento de decidir qual a melhor opção para o seu lar. Para isso, existem alguns pontos interessantes que você precisa considerar. Veja a seguir:

Quanto você quer investir?

Esta é sempre a primeira pergunta que você precisa responder, quando pensa em elaborar uma nova lista de compras. E isso vale pra decoração, reforma, ampliação, construção, etc. Assim você tem um norte sobre a quantidade de material que poderá comprar, bem como quais opções se enquadram no seu orçamento. Portanto, estipule um valor máximo, e faça a cotação com as opções que mais lhe chamaram a atenção.

Considere o tipo do solo

Ao pensar no investimento, você já terá pistas de quais modelos e tipos de pedras poderá incluir na sua lista de “possíveis”. Mas, antes de sair comprando o tipo que mais agradou os seus olhos, um cuidado deve ser considerado: o tipo do solo. Afinal, não é todo tipo de pedra que “para” em cima de todo o tipo de solo. Bem como não é todo tipo de solo que sustenta quilos de pedra.

Para isso, você deverá conversar com um profissional, a fim de garantir que o trabalho, o investimento e a colocação não sejam tudo em vão. Assim você poderá já descartar possibilidades que não combinam com o solo do seu jardim e estipular uma lista com opções mais plausíveis.

Pense na iluminação

A iluminação também é um fator muito importante antes de se adquirir qualquer tipo de pedra. Isso porque há aquelas que necessitam de muito contato com a luz solar, enquanto outras podem passar a maior parte do tempo na sombra sem problema algum.

Este fator é muito importante para um resultado funcional e estético bem feito. Caso contrário, você pode adquirir um tipo de pedra que precisa de muito sol, para um ambiente com muita sombra, e se deparar com um chão sempre úmido e com aspecto de sujo. Portanto, cuidado!

Considere a circulação de pessoas

A circulação de pessoas no ambiente também é outro fator importante a ser considerado. Isso porque, dependendo da quantidade de pessoas que caminham sobre o local, a pedra precisará cumprir características específicas. Caso contrário, você pode adquirir uma pedra que, com a pressão recorrente de pessoas caminhando sobre ela, fiquem “enterradas”.

Assim, em pouco tempo a estética do ambiente poderia ficar comprometida. E assim, todo o trabalho e o investimento poderiam ter sido em vão. Portanto, coloque esta consideração na ponta do lápis e questione sobre isso quando for comprar a sua pedra!

Pense no porte da pedra

O porte da pedra também é importante. E este fator contempla praticamente todos os pontos que mencionamos anteriormente. Considerando a circulação de pessoas, o solo, a iluminação e todos os outros fatores, você consegue pensar no melhor porte de pedra para o seu jardim. Sempre conversando com o profissional que estiver lhe vendendo o produto.

 

Planeje o seu quintal!

Faça o seu planejamento de compra, para garantir ótimos resultados, e usufrua dos benefícios de incluir pedras para jardim no seu dia a dia. Mas não se esqueça de voltar aqui depois e nos contar qual a sua pedra favorita e como têm sido os seus resultados, ok?

Add Comment