Tipos de Reboco e Como Aplicar

Conhecer todos os tipos de reboco e aprender a como aplicar cada um deles é muito importante para termos bons resultados em nossas obras. Afinal, existem diversas possibilidades no mercado, que são capazes de promover resultados diferenciados. Tudo dependerá, de modo geral, do quanto você está disposto a investir e do tipo de trabalho que está interessado em fazer.

Pensando nisso, portanto, elaboramos o nosso artigo de hoje. Abaixo destacamos os quatro melhores tipos de reboco para parede a fim de lhe auxiliar neste importante processo. Em seguida, destacamos ainda um breve passo a passo de como aplicar cada um deles corretamente.

 

tipos de reboco

O reboco precisa ser bem feito para evitar rachaduras e outros problemas na parede, como irregularidades e comprometimentos estéticos. (Foto: Pixabay)

 

Tipos de reboco e como aplicar

Como mencionamos, existem diversas maneiras de se rebocar uma parede. De modo geral, o que mais vai pesar na decisão de escolha é o que está relacionado com o investimento que será feito na obra, bem como na qualificação da mão de obra. Se, no caso, você mesmo pretende rebocar a sua casa, então este guia será ainda mais interessante para você. A partir destas informações você poderá escolher o melhor tipo de reboco para os seus objetivos.

Reboco de gesso

O uso do gesso para dar acabamento a sua obra pode ser uma ótima opção. Isso porque a sua finalização é mais rápida, além de promover, obviamente, uma redução nos custos relacionados à mão de obra. Outro ponto que torna este tipo de reboco interessante é com relação ao seu acabamento em si.

Todo mundo sabe que o acabamento com gesso pode ser muito interessante e bonito. Isso porque ele promove um toque mais suave, com uma sensação de maior elegância e, até mesmo, limpeza. O ambiente fica mais leve e bonito com este tipo de produto.

Porém, é preciso pensar que este tipo de reboco pode ser menos resistente que as outras opções que vemos no mercado. Podendo, dessa forma, rachar ou se desmanchar com mais facilidade.

Além disso, em hipótese alguma este tipo de material deverá ser utilizado para a área externa da sua casa. Caso contrário, você poderá estar adquirindo um grande problema para você. Do mesmo modo, este tipo de material não deve ser utilizado em ambientes úmidos, como cozinha e banheiro. E ainda: não deve ser lavado.

A aplicação funciona da seguinte maneira:

  1. Primeiramente, a parede precisa estar limpa para receber o material. E isso é um pré-requisito para qualquer tipo de acabamento, obviamente.
  2. Em seguida, prepare o gesso para a aplicação. Em um primeiro momento, aplique uma camada do gesso, com o auxílio de uma colher específica para este procedimento, formando uma espessura de 10 mm.
  3. Depois do tempo de pausa, indicado na embalagem do produto, aplique mais uma camada fina, apenas para proporcionar um acabamento mais suave e delicado. Deixando a sua decoração mais bonita e interessante.

Chapisco convencional

Este tipo de reboco promove uma superfície mais áspera na parede. Promovendo um revestimento mais brusco e rude. Portanto, ele deve ser utilizado como a primeira camada, caso você queira proporcionar um acabamento mais liso para a sua parede.

A resistência deste material é bastante conhecida, e traz consigo bons resultados para a construção. Podendo, inclusive, ser utilizado em ambientes internos e externos, sem muitas restrições. Uma vez que você pode promover outro acabamento, por cima.

A sua aplicação é muito simples, com uma colher de pedreiro comum já se é possível espalhar todo o produto na parede, de maneira uniforme. É importante manter a consistência na espessura, para que não haja variações na sua parede e a mesma fique com o aspecto estético comprometido.

Com a aplicação feita, você já poderá usar este tipo de material como uma ancoragem para o acabamento propriamente dito.

Revestimento em camada única

Este tipo de reboco é mais utilizado quando não há tanta necessidade de promover um acabamento “perfeitinho” para o ambiente. Isso porque este tipo de reboco deixa uma camada mais rústica, promovendo uma aspereza maior do que outras possibilidades que conhecemos no mercado.

O seu efeito é mais camurçado, e a sua mistura se dá pelo reboco de chapisco e emboço. Formando, portanto, uma massa mais densa e consistente para aplicar na parede. Podendo, dessa forma, ser utilizado tanto em ambientes externos, como internos. Uma vez que a sua resistência e a sua estrutura são fortes o suficiente para promover bons resultados e uma ótima proteção para a parede da sua casa.

A aplicação ocorre como em todos os tipos de rebocos mais espessos e consistentes. 50 mm de massa são o suficiente para estimular um bom resultado. Porém, dependendo do caso, não deixe de conversar com um profissional da sua confiança, para questionar sobre possíveis dúvidas.

Placas de pladur

Por fim, temos a opção de usufruir das placas de pladur, ou então, do gesso acartonado. Este tipo de material é muito utilizado em obras que necessitam de acabamentos mais rápidos e secos, e nós já falamos sobre este produto neste artigo aqui (sobre drywall).

Este tipo de reboco nada mais é do que a colocação de placas secas, feitas de papel cartão e gesso, que promovem um acabamento suave, liso e muito bonito para o ambiente.

São acrescentadas “barras de apoio” onde estas placas são presas, de modo firme e eficiente. Para estes casos, não aconselhamos a aplicação sozinho em casa, pois você poderia ter resultados poucos satisfatórios.

A espessura da placa também é bastante variável, e tudo dependerá da sua necessidade e do quanto você pensa em investir na sua obra.

 

tipos de reboco

Preparar a parede para o reboco é fundamental para ter um bom resultado final.

 

Este material é muito eficiente, tanto com questões de beleza e acabamento, como com relação aos efeitos de termoacústica. Uma vez que o som é isolado e o efeito acústico é muito interessante. Além disso, a temperatura se mantém sempre agradável.

Por fim, vale salientarmos ainda que este tipo de material não é indicado para ambientes externos ou muito úmidos. Uma vez que a sua resistência e qualidade poderão ser reduzidas por conta disso.

Escolha atentamente o melhor tipo de reboco

Lembrando sempre do aspecto do acabamento, do investimento, da resistência e da necessidade de mão de obra qualificada. Assim, você garante que a sua compra seja mais assertiva e que você realmente tenha ótimos resultados.

Add Comment