Gesso ou Reboco: Qual Revestimento Escolher

Para quem está construindo ou reformando a casa, algumas questões começam a surgir e, com elas, algumas dúvidas e incertezas. Uma delas, é a escolha do acabamento das paredes. Gesso ou reboco: qual revestimento escolher?

Acompanhe este artigo para descobrir tudo sobre os dois acabamentos e, depois, decidir o que será melhor para os seus ambientes. Cada ambiente é único e exclusivo. E, quem sabe, até mesmo a junção dos dois acabamentos possa ser uma ótima ideia.

 

(Foto: Pinterest)

 

Gesso ou reboco?

Depende. Como falamos, cada ambiente é único e merece um projeto especial. Para ambientes mais cleans e sofisticados, o uso do gesso é ótima ideia. Pois o gesso deixa tudo com uma aparência mais lisa e moderna. O gesso também, muitas vezes, passa uma impressão de ambiente frio. Isso também está ligado diretamente com a iluminação, claro.

Já o reboco comum pode ser utilizado em ambientes mais comuns, como áreas externas, garagens, etc. Ele é mais resistente a diversas situações. Porém, seu custo pode ser um pouco mais elevado por diversos fatores. Um deles, é a necessidade de pintura.

Quais os benefícios do gesso?

Além de proporcionar um ambiente mais sofisticado, o gesso tem alguns benefícios como a possibilidade modelagem. Se você quiser rebaixar o teto da sua casa, por exemplo, o gesso é uma ótima opção. Além do mais, o gesso possui um acabamento próprio, muitas vezes não precisando nem de pintura.

Quais os malefícios do gesso?

Sujeira é disparado um ponto negativo do gesso. Se você for fazer gesso na sua casa, prepare-se para sujeira. Principalmente no final, quando for lixar. Além da sujeira, o gesso pode ser muito sensível a diversas situações. Uma delas é água e umidade. Não é difícil para uma parede de gesso ficar feia devido a infiltrações.

Quais os benefícios do reboco convencional?

Ele é altamente resistente a diversos ambientes, devido sua mistura com área e cimento. Infiltrações também podem acontecer, mas o material é mais resistente. Tanto é que o reboco convencional é mais indicado para ambientes externos e expostos ao clima.

 

(Foto: Pinterest)

 

Quais os malefícios do reboco convencional?

O alto custo pode estar ligado a um ponto negativo do reboco convencional. Principalmente pela sua mistura entre cimento e areia, ambos materiais com preço mais elevado.

Além dos materiais, o reboco convencional sempre precisará de uma pintura de acabamento. A não ser que você queira uma parede rústica. Mas, fora isso, a pintura sempre estará atrela ao reboco convencional, elevando o custo de execução da obra.

Mas então, qual é o melhor?

Não existe melhor, nem pior. Existe o que melhor se encaixa a sua obra. Se estiver procurando por um ambiente interno sofisticado e moderno, o gesso é uma ótima opção. Agora, se estiver preparando um ambiente externo ou mesmo uma parede mais rústica, o reboco convencional é o mais indicado.

Ou seja, tudo vai depender do seu projeto. Agora que você já conhece as diferenças entre gesso e reboco, é hora de usar a criatividade, a ajuda de um profissional da área e mãos a obra. Qualquer dúvida, comente aqui para que possamos resolvê-la.

Add Comment