Como Montar Um Banheiro Acessível – Aprenda Em Nosso Artigo

Saber como montar um banheiro acessível é muito importante. Afinal, sabemos que pessoas com necessidades especiais precisam ser bem atendidas, para que se sintam ainda mais incluídas em nossa sociedade. Desse modo, nada melhor do que oferecer um banheiro com acessibilidade para promover ainda mais o vínculo da sua empresa ou estabelecimento com estas pessoas.

Mas, além disso, muitas vezes essa necessidade pode aparecer dentro de nossa casa. Muitas vezes alguém da família pode requerer este tipo de adaptação, seja por questões congênitas ou adquiridas. Dessa maneira, nada melhor do que aprender um pouco mais sobre esse planejamento, a fim de fazer com que tudo saia como o esperado.

Pensando em todos estes pontos, portanto, montamos o nosso guia de hoje. Abaixo iremos lhe ensinar e ilustrar tudo o que você precisa saber de como montar um banheiro acessível. Acompanhe a seguir:

 

(Foto: Pinterest)

 

Como montar um banheiro acessível

Antes de qualquer coisa você precisa considerar a ideia de começar o seu banheiro do zero. Isto é, é muito difícil conseguir adaptar banheiros comuns que já estão prontos. Afinal, até mesmo a encanação talvez precise mudar para gerar o espaço necessário para tornar um banheiro acessível.

Materiais para um banheiro acessível

Abaixo listamos os materiais que você precisará adquirir para construir o seu banheiro acessível. Além disso, falaremos das características necessárias para promover um bom acabamento:

Maçaneta

As maçanetas precisam ser adaptadas de modo que sirvam como uma alavanca. Ou seja, a maçaneta não pode ser daquelas “redondinhas”, pois isso poderia dificultar – e muito – a utilização por pessoas com deficiência no braço, por exemplo. Desse modo, a maçaneta precisa proporcionar, necessariamente, a abertura apenas com o uso do cotovelo, por exemplo.

Vaso Sanitário

O vaso sanitário precisa ser um pouco mais elevado que as demais opções. Isso porque o alcance do cadeirante é diferente do que o de pessoas que não usam cadeira de rodas. Afinal, a cadeira de rodas é, por si só, um pouco elevada, garantindo o conforto para quem a usa.

Logo, o vaso precisa estar na mesma altura, afinal, o sujeito em questão terá que trocar de um assento para o outro, necessitando de praticidade para que não ocorra acidentes.

 

(Foto: Pinterest)

 

Portas

A altura da porta pode ser a convencional. Porém, a largura mínima é de 80 cm. Mas, mais do que isso, se houver a possibilidade de se utilizar portas mais largas, melhor. Uma vez que a passagem da cadeira de rodas se torne mais confortável, e a pessoa precisará de menos “manobras” para conseguir direcionar a cadeira na entrada.

Considerando que uma porta muito no limite de largura poderia resultar em constantes e incessantes minutos “manobrando” a cadeira para que a mesma se encaixe perfeitamente na entrada. Logo, evita-se uma perda de tempo e até uma geração de estresse desnecessário.

Pisos

Os pisos necessariamente precisam ter antiderrapante. E isso não vale apenas para banheiros que receberão cadeirantes. Mas sim, banheiros para idosos ou pessoas com outras dificuldades de locomoção. Afinal, estamos falando de um ambiente úmido, que pode ser ainda mais propenso a causa de acidentes quando o piso não é adequado.

Além desse ponto, deve se considerar o nivelamento do mesmo. Em hipótese alguma pode se haver degraus dentro de um banheiro acessível. A não ser que você queira formar uma verdadeira armadilha para quem o usa.

E, por fim, a questão dos enfeites: tapetinhos, enfeites nos cantinhos, ou qualquer outro tipo de peça decorativa que possa atrapalhar a passagem de uma pessoa com deficiência deve ser retirado do banheiro.

Cabideiros

A altura de todos os cabideiros e apoiadores que você irá colocar no seu banheiro devem ter a altura mínima de 80 cm e máxima de 1,20. Além disso, você estará dificultando – e muito – a vida de um cadeirante, por exemplo.

A largura deve ser de, no mínimo, 50 cm, a fim de gerar o conforto e a praticidade necessária na hora de utilizar o banheiro. Alguns pontos como atrás e ao lado do vaso precisam de cabideiros/apoiadores. Do mesmo modo que próxima a banheira e a pia. Assim você garante o conforto e a segurança no seu banheiro.

 

(Foto: Pinterest)

 

Armários

Os armários devem estar em uma altura mínima de 50 cm e máxima de 120 cm. Assim você garante que qualquer pessoa possa utilizar o que há dentro do armário. Os puxadores do mesmo entram na altura máxima de 80 cm.

Puxadores e fechaduras

Todas as fechaduras, bem como todos os puxadores, precisam ser planejados para uma altura máxima de 80 cm. Isso vale para gavetas, portas de armários, porta de box, etc.

Banheira

As barras apoiadoras ao lado da banheira precisam, necessariamente, contar com 90 centímetros de comprimento, numa altura de 20 cm acima da linha da banheira. Enquanto que a altura máxima da banheira deva ser de 46 cm. Logo, a barra lateral estará a 66 cm do chão.

 

(Foto: Pinterest)

 

Espelhos

Não se esqueça de fazer a inclinação necessária para que a visão do espelho seja boa para quem utiliza cadeira de rodas. Afinal, um espelho colocado de forma “reta” pode inibir a pessoa de se enxergar, dificultando a sua acessibilidade. Uma leve inclinação é capaz de suprir esta necessidade.

O espaço necessário

Por fim, vale salientarmos a importância do espaço como um todo. Afinal, de nada adianta preparamos todo o ambiente se houver falta de espaço para as manobras de um cadeirante, por exemplo. É preciso deixar espaço suficiente ao lado do vaso e da banheira para que a cadeira de rodas possa ser colocada ali. Pois apenas assim o cadeirante poderá se transferir de um lugar para o outro.

Portanto, quanto mais espaço você conseguir proporcionar para o seu banheiro, melhor e mais confortável será o resultado. É por esse motivo que no início deste artigo mencionamos o fato de começar o seu banheiro do zero, pois adaptar um banheiro comum (normalmente pequeno) pode ser muito difícil.

Modelos para seguir

Abaixo separamos alguns modelos de banheiros para você se inspirar e criar o melhor ambiente possível em sua casa. Veja os detalhes, as características e não erre neste planejamento!

 

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

 

Cuide com os detalhes

Agora que você já sabe como montar um banheiro acessível, é hora de pôr a mão na massa e elaborar o projeto de sua obra. Mas, antes disso, lembre-se de considerar cada detalhe! Evite peças que atrapalhem a locomoção, invista em lixeiras que não tenham pedal (pois acredite, esse erro acontece!), dentre outros pontos. Mantenha-se atento e não hesite em perguntar para o cadeirante de sua família se o planejamento está coerente ou não. Aposte nestes cuidados e tenha um banheiro perfeito em sua casa!

Add Comment