Como Fazer Grafito/ Textura Com Argamassa? Como Aplicar?

Quer aprender a como fazer grafito de uma forma fácil e simples? Então não deixe de acompanhar o guia que preparamos para você hoje. Nele você aprenderá de uma maneira super prática a como fazer textura com argamassa, e assim criar novas composições de decoração em sua casa. Acompanhe a seguir:

 

como fazer grafito

 

Materiais necessários para fazer grafito

Primeiramente, vamos separar todos os materiais necessários para criarmos a nossa parede com textura. São eles:

  • Desempenadeira de aço, que servirá para aplicar a massa na parede. Cuidado para não ter nenhum vestígio de ferrugem na ferramenta. Caso contrário, a sua parede poderá ficar com manchas amareladas.
  • Desempenadeira de PVC para o efeito de grafito: Esta é a melhor opção de como fazer grafito, uma vez que o acabamento é ainda melhor com este tipo de ferramenta. Pois, como mencionamos, o aço pode apresentar algum vestígio de ferrugem, e a aplicação final precisa, ainda mais do que a inicial, estar completamente livre deste problema.
  • Espátula de aço: Que irá lhe auxiliar na limpeza da sua parede, como no caso da remoção de qualquer tipo de tinta descamando, etc.
  • Pano úmido e sabão neutro: Para desengordurar toda a parede e garantir uma melhor fixação da massa.
  • Mexedor, para as misturas.
  • Fita crepe e plástico/ pano para proteger todo o ambiente.
  • Carrinho ou bandeja para poder misturar a argamassa, areia e a água.

Como fazer grafito/ textura com argamassa

Com todos os materiais essenciais em mãos, vamos começar a preparar aquela reforma na parede da sua casa. Acompanhe o nosso passo a passo:

1- Proteja todo o ambiente

Primeiramente, vamos proteger todo o ambiente, para que a massa não respingue e acabe sujando o que não devia. Para isso, nos acabamentos da parede você poderá utilizar a fita crepe, formando uma proteção bem minuciosa e detalhista.

Enquanto que o plástico ou pano você utiliza para proteger o chão e os móveis que possam estar próximos do local da obra. É muito importante dar muita atenção a este passo, pois a remoção da massa, caso ocorra algum impasse, pode ser bem difícil.

2- Correções pertinentes

O segundo passo é você observar todos os detalhes da parede que irá receber a textura de argamassa. É muito importante que não haja nenhum relevo muito expressivo, bem como “falhas” (buraquinhos de parafuso, por exemplo). Qualquer tipo de falha que você encontrar na sua parede, corrija. Feche bem os buraquinhos, e lixe regiões que apresentem falta de uniformidade.

Além disso, se houver descamação de tinta, em algumas partes, é essencial que você use a espátula para “raspar”. Pois se a tinta estiver muito “frouxa” e soltando, e assim você aplicar a massa, é bem possível que a massa passe a “soltar” e cair também. Portanto, cuidado!

3- Limpar bem a parede

Feita a correção, é hora de limpar a sua parede. Porém, se você aplicou massa nos buracos, é essencial que espere o tempo indicado na embalagem para que a massa seque bem. Apenas depois deste período é que você deve limpar a sua parede.

Visto isso, utilize o pano úmido e o sabão neutro para limpar a parede. É preciso remover toda a gordura e possíveis folículos de pó que possam estar na parede. Dessa maneira, encha um balde com água e jogue sabão neutro dentro, mais ou menos uma colher de sopa para cada 300 ml de água filtrada.

 

Foto: bearfotos / Freepik

 

Em seguida, embeba o pano limpo na mistura, torcendo-o para tirar o excesso de água. Esfregue na parede, com movimentos circulares. Faça esse processo até perceber que removeu toda a sujeira da parede. Espere secar para dar continuidade ao procedimento.

4- Aplique o primer

Com a parede bem preparada é hora de começar a aplicação do primer. Leia sempre atentamente as recomendações da embalagem do produto que você comprou. Além disso, tome o cuidado de aplicar corretamente, em toda a parede. Caso você se esqueça de aplicar em algum pedaço da parede, você notará a diferença no acabamento. Portanto, capriche nesta fase!

Normalmente os primers precisam ser diluídos em água. Assim, torna-se mais fácil e rápida a sua aplicação. Lembre-se de aguardar o tempo de secagem do produto, antes de continuar o processo.

5- Diluição da argamassa

É chegado o momento de diluir a sua massa. Para isso, acrescente 10 a 20% de água (ou então, de acordo com a recomendação na embalagem) para cada pacote de argamassa. Lembre-se de manter a mesma proporção para toda a quantidade de massa que usar.

Ou seja, se usar mais pacotes, utilize a mesma proporção para o acabamento ser o melhor possível, ok? Utilize o mexedor para formar uma mistura bem homogênea. Não pode ficar “bolinhas” ou qualquer separação aparente na mistura. Depois, acrescente a areia, pouco a pouco, até perceber que a consistência da argamassa está mais firme e propensa para ser aplicada na parede.

6- Aplicando com a desempenadeira

Com o auxílio da desempenadeira de aço, aplique uma camada generosa da argamassa com areia em toda a sua parede, formando um acabamento mais liso. É muito importante que você não “demore” muito tempo para aplicar em cada pedaço da parede. Isso porque se tornará muito difícil conseguir fazer a emenda dentre uma parte e outra, caso a primeira seque.

Por essa razão não recomendamos que você comece a aplicação do produto em um dia, para terminar em outro. Faça tudo de uma única vez. Ou pelo menos, parede por parede por vez.

 

Foto: rawpixel.com / Freepik

 

7- Faça a “raspagem” com a desempenadeira de PVC

Com a desempenadeira, faça a “raspagem” da sua massa (enquanto ela ainda estiver fresca, certo?) para formar a textura em si. Ou então, você poderá adquirir aqueles rolinhos especiais para formar texturas diferenciadas. No entanto, a desempenadeira poderá gerar um resultado muito bonito, desde que você faça uma raspagem uniforme.

Portanto, você poderá fazer, de cima para baixo, ou da esquerda para a direita. Além disso, é possível criar efeitos com a raspagem para diversas direções, misturadas, deixando um acabamento diferente. Ou então, na diagonal. Tudo dependerá do seu gosto, portanto.

8- Retire o excesso de massa

Ao terminar o seu “desenho”, é hora de retirar o excesso de argamassa. Afinal, nada mais natural do que criar pequenas partes com um certo “bolinho” de massa, não é? Portanto, utilize a desempenadeira de plástico, novamente, para “lixar” a sua parede, de modo suave, ok?

Vá retirando todo o excesso, como se estivesse alisando a massa, mas sem o intuito de desmanchar os vincos formados pela textura.

9- Espere a massa secar e finalize

Depois de limpar toda a parede, removendo o excesso de massa, você já poderá retirar o plástico ou pano do chão, e poderá organizar o ambiente. Entretanto, a fita crepe precisa permanecer até que a massa esteja mais seca, ok? Caso contrário, é possível que a argamassa rache quando você remover a fita.

No fim, você poderá pintar a sua parede com textura, do mesmo modo que você deve fazer quando for pintar moldura de gesso. Uma vez que é preciso manter o cuidado para pintar bem os vincos. Lembrando que a pintura também deve ser feita na parede bem seca.

Como fazer grafito: Cuidados necessários

Você que está pensando em como fazer grafito e assim deixar a sua parede mais bonita, precisa antes de pôr a mão na massa se atentar a alguns pontos. Veja:

Não faça em paredes muito úmidas

As paredes úmidas tendem a apresentar aquelas velhas e incômodas manchas de infiltração. Caso você aplique a argamassa neste tipo de parede, no intuito de formar o mesmo efeito que grafito, pode ser que a mesma não se “segure” na parede. E assim, em pouco tempo você terá que lidar com a manutenção da parede, uma vez que haverá aquele desmanche desagradável.

Portanto, observe bem o ambiente. Se quiser fazer na cozinha, por exemplo, tenha total certeza de que a parede não apresenta umidade. Lembre-se: a parede não pode ter infiltração, mas pode ser de um ambiente úmido, pois são coisas diferentes, ok?

 

Foto: Denamorado / Freepik

 

Cuidado com a espessura da massa

A espessura da massa deve ser, em média, de 2 a 5 cm, dependendo das recomendações da marca. Cuidado para não exagerar na quantidade, e assim fazer com que o processo seja mais difícil e demorado para secar. Da mesma forma, aplicar massa de menos pode fazer com que a argamassa seque antes de você fazer a textura de fato.

Além disso, atente-se para uma aplicação uniforme. Oscilações muito expressivas podem deixar a decoração pesada e feia, ao invés de promover o efeito contrário.

Aposte em produtos com credibilidade

Sempre adquira produtos de marcas confiáveis e com credibilidade. Fuja do famoso baratíssimo. Muitas e muitas vezes o barato pode sair caro. É melhor investir um pouquinho mais agora, do que muito mais do que isso lá na frente, com manutenções constantes da parede.

Acrescente o pigmento para facilitar a obra

Saber como fazer grafito é muito mais fácil do que o acabamento de pintar uma parede com textura. Isso porque é mais fácil aplicar, do que pintar as fissuras, certo? Portanto, uma dica importante é você utilizar pigmentos em sua argamassa. Isto é, acrescente pigmentos próprios para a mistura, a fim de deixar a massa já na cor que você deseja.

Porém, tenha cuidado para misturar uma quantidade que não escureça demais a massa. Do mesmo modo, tenha o cuidado de fazer a mistura na tonalidade desejada e na quantidade suficiente. Pois, obviamente, será quase impossível atingir o mesmo tom de cor quando for fazer uma nova mistura, ok? A não ser que você faça cálculos minuciosos.

 

Pronto! Com estes cuidados e a partir do nosso passo a passo de como fazer grafito, certamente a sua parede ficará linda. Depois conta pra gente!

Add Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.