Como Escolher Maçanetas e Puxadores

Saber como escolher maçanetas e puxadores é essencial quando pensamos em todos os pontos de nossa obra. Afinal, a nossa construção não depende apenas de materiais de grandes proporções. Mas sim, precisamos considerar cada detalhe, para que o resultado seja realmente satisfatório.

E quando falamos em detalhes, podemos pensar nas maçanetas e nos puxadores de porta. Ambos apresentam funções diferentes, enquanto a maçaneta, de fato, abre e vem com fechadura, o puxador serve apenas para, obviamente, puxar a porta. Você pode optar por um material ou outro, mas a regra de escolha para cada um deles será a mesma.

Acompanhe a seguir o nosso guia com todas as dicas que você precisa para adquirir aquele complemento para a sua casa que você precisa.

 

Saber como escolher maçanetas e puxadores é muito importante para compor a decoração do ambiente. Afinal, cada detalhe faz a diferença no fim.

 

Como escolher maçanetas e puxadores

Sempre quando vamos escolher algum material que complemente a decoração de um ambiente em nosso lar, precisamos pensar em diversos fragmentos. Para te ajudar nesta tarefa, destacamos algumas características importantes para você pensar antes da sua compra:

Pense na proporção

Antes de qualquer coisa você precisa pensar na proporção da maçaneta ou do puxador. Afinal, não adianta querer investir naquela peça linda que você viu na loja de construções, se, de fato, o resultado pode ser desastroso. Meça uma área adequada em sua porta para incluir a maçaneta ou o puxador. A partir disso, você terá maior coerência na hora de visitar as lojas de acabamentos.

Porém, lembre-se que não é somente a espessura e o tamanho da porta em si que importa. Mas sim, o tamanho do cômodo. A altura das paredes. O espaço “aberto”. Pois considerando que a sua porta seja razoavelmente grande, mas a sala pequena, de nada adianta colocar um puxador que chame mais a atenção do que todos os itens da sala, não é? Lembre-se que o equilíbrio é sempre o ponto mais importante a ser considerado quando vamos mudar a decoração.

A decoração precisa combinar

É claro que, depois de escolher o tamanho que mais se enquadre na sua porta, você também precisa pensar na decoração do ambiente como um todo. Isto é, precisa eleger possibilidades que realmente possam complementar o ambiente. Caso contrário, ou sua porta chamará a atenção, ou apenas as outras partes da decoração. Sem o famoso equilíbrio.

Portanto, se você investir em uma decoração mais vintage, por exemplo, nada de utilizar puxadores super modernos e ousados, ok? Do mesmo modo, nada de usar puxadores antigos para uma decoração mais contemporânea. Use a maçaneta como um complemento do restante do ambiente.

Aposte no clássico

Se ainda assim houver aquelas dúvidas insistentes, sobre que opção realmente combina, invista no clássico. Tente não utilizar peças que sejam muito brilhantes, por exemplo. Além disso, a cor de cobre ou prata pode cair bem nos mais diversos tipos de ambientes. E o mesmo vale para o puxador.

Na verdade, a dica que lhe damos é que se você tem dúvida sobre qual material adquirir, de fato, como puxador, é porque talvez esta não seja a melhor opção no momento. A gente sabe que você quer renovar o ambiente e dar uma cara mais moderna para o seu lar. Mas, não é em todos os ambientes e estilos de decoração que puxadores grandes combinam.

Pode ser que a sua porta fique muito mais bonita se for posto apenas uma maçaneta pequena e discreta. Usar um puxador, só porque a porta é um pouco maior que o padrão, não é regra. A regra consiste apenas em deixar um equilíbrio na decoração que promova um bem estar visual. Fora isso, não há necessidade de seguir nenhuma outra imposição.

Outra forma de deixar a sua porta mais bonita é optando por opções que nunca erram: as maçanetas redondas. Elas ocupam pouco espaço e não se destacam tanto quanto as demais. Dessa forma, ela pode ser aplicada em qualquer tipo de ambiente, sem que o mesmo possa ficar comprometido por alguma “diferença de estilo”. Porém, quem está a procura de maçanetas que sejam acessíveis – no caso de deficiente físico – talvez esta não seja a melhor opção. Modelos menores, simples, mas com o pegador comprido podem complementar a necessidade.

Não deixe de lado a qualidade

É claro que quando você pensa em adquirir algo diferenciado para a sua casa, você não pode recorrer apenas aquilo que, aparentemente, parece mais “econômico”. Pois uma coisa nós sabemos que é fato: o barato pode sim, e quase sempre isso acontece, sair mais caro.

Portanto, não deixe de investir em um produto de qualidade. Um puxador que realmente seja capaz de suportar o peso da porta. Ou uma fechadura que realmente funcione sem “travar”. Afinal, além da beleza, nós estamos comprando uma segurança a mais para a nossa casa, não é? E nisto não podemos medir os nossos esforços.

 

Não importa o modelo, a cor e o tamanho do seu puxador ou da maçaneta propriamente dita. O que importa, no fim, é como este tipo de item promove uma composição harmoniosa com o restante da decoração no ambiente.

 

Sendo assim, adquira materiais de qualidade, questione o vendedor sobre possíveis chances do material lascar, quebrar, soltar, enferrujar, enfim! Esteja preparado para os mais diversos impasses. E quando pesquisamos e investimos um valor justo, a chance de o resultado ser o melhor possível é grande.

E a cor da maçaneta?

Por fim, outro fator que pode fazer muita gente ficar em dúvida na hora de encontrar uma maçaneta ou puxador para a sua porta: a cor do material. Acontece que não há muito segredo. Os mesmos critérios que você irá utilizar para pensar no complemento da decoração e da proporção da peça cabem para este fator.

Pense na composição do ambiente. As cores são mais quentes? Mais frias? Qual cor tem mais proporção? Assim você poderá começar a estabelecer o que chamamos de paleta de cores do ambiente. E, dentro desta paleta, poderá elaborar a escolha de um detalhe tão importante que realmente faça sentido para o restante da decoração.

Mas, e o seu gosto pessoal?

É claro que você pode seguir diversas dicas e sugestões na hora de saber como escolher maçanetas e puxadores. Mas a verdade é que o que mais norteará este processo de escolha é o seu gosto pessoal. Não deixe ele de lado apenas para seguir tendências. Apenas encontre a melhor forma de enquadrar o seu gosto com o equilíbrio do ambiente.

E além disso, não se esqueça no quanto você quer e pode investir. Às vezes a peça “perfeita” pode ser mais cara do que você gostaria que fosse. E por isso, muitas vezes, desiste da compra. Saiba ter paciência de pesquisar preços e modelos parecidos. Certamente você encontrará a melhor opção possível.

 

Add Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.