Tipos de Grama: Saiba Qual Utilizar

Conhecer os melhores tipos de grama é muito importante para montar o seu jardim da melhor forma possível. Assim você poderá decidir qual a melhor opção para a sua casa, garantindo beleza e conforto ao mesmo tempo.

Porém, nem sempre conhecemos todas as opções, não é mesmo? E por essa razão fizemos este guia para você. Nele iremos abordar cada tipo de grama, destacando suas características e beleza. Acompanhe a seguir e, a partir disso, escolha o melhor tipo para o seu paisagismo.

Conheça os tipos de gramas

Conheça os tipos de gramas mais utilizados e escolha a sua favorita.

Grama Batatais

A grama Batatais – também conhecida como a grama do pasto e Forquilha – é facilmente encontrada, em diversas regiões do Brasil. Encontrada principalmente nos solos mais enfraquecidos, a fim de evitar a erosão e proporcionar uma filtragem da água da chuva.

Com uma folhagem verde-clara, pilosas e ligeiramente duras, a grama batatais tem a vantagem de suportar aos climas mais secos, além de ser ótima para locais com grande circulação de pessoas.

É necessária uma manutenção frequente, considerando que a sua “floração” pode deixar a aparência desta grama um pouco esteticamente prejudicada. Além disso, ela necessita de muito sol para se manter saudável e bonita e, por essa razão, é indicada para locais públicos, como praças, por exemplo.

 

(Foto: Pinterest)

 

Grama Bermuda

A grama Bermuda apresenta um crescimento acelerado, o que requer constante manutenção para não deixar o seu gramado feio. A sua folhagem é mais estreita que os demais tipos de grama, e conta com uma coloração verde vivo.

Sua capacidade de regeneração é altíssima, o que faz desta grama uma opção interessante para quem está em busca de um gramado para regiões com grande pisoteio. Por essa razão, este tipo de grama é o mais recomendado para campos de esportes, como de golfe e futebol, por exemplo.

 

tipos de grama

(Foto: Pinterest)

 

Grama Coreana

A grama Coreana, também conhecida como grama japonesa, tem uma folhagem mais estreita e fina, além de ser curta. Sua coloração é de um verde intenso, com estolões e raízes bastante abundantes.

Esta é o tipo de grama mais esteticamente bonita, além de ser super macia ao toque. Perfeita para quem quer decorar o jardim com algo que dê um toque mais delicado e suave ao ambiente.

 

(Foto: Pinterest)

 

Grama esmeralda

As folhas da grama esmeralda são muito resistentes, perfeita para aqueles jardins com grande circulação de pessoas. Com espessura estreita e comprimento curto, este tipo de grama enraíze-se facilmente, o que traz praticidade no seu plantio.

De cor verde-esmeralda, apresenta estolões penetrantes, que formam um perfeito “tapete” no seu quintal. Isso ocorre graças ao seu entrelaçamento entre os estolões e as folhas, “fechando” os possíveis espaços que possa ter entre as folhas.

Além disso, é uma grama super resistente, perfeita para ambientes que ficam expostos ao calor do sol durante todo o dia. Desse modo, se você tem uma casa na praia, por exemplo, pode utilizar a grama esmeralda para completar o seu projeto de paisagismo.

 

tipos de grama

(Foto: Pinterest)

 

Grama Santo Agostinho

O tipo de grama Santo Agostinho (também popularmente conhecida como grama inglesa), possui folhas mais lisas, sem pelos e com uma largura e comprimento mediana.

Também emite os estolões e apresenta-se com uma coloração verde-escura. Com traços mais rústicos, este tipo de gramado é perfeito para regiões com sombreamento, além de serem super resistentes a doenças e pragas. Indicada principalmente para locais onde há alta umidade.

 

(Foto: Pinterest)

 

Grama São Carlos

A grama São Carlos, também chamada de Grama Curitibana, tem a sua folhagem mais larga, sem pelos, lisas e de cor verde-escura. Sendo uma boa opção tanto para regiões muito ensolaradas, como para aquelas que possuem algum tipo de sombreamento no decorrer do dia. Ou seja, não necessita do sol constantemente, apenas em uma parcela do dia.

Mostra-se como muito resistente contra pragas e doenças que possa atingir o seu gramado. Além de ter uma aparência densa, devido ao seu crescimento intenso. Indicada para qualquer tipo de aplicação: praças públicas, residências, casa de campo, etc. Sendo, ainda, uma opção interessante para regiões mais frias, onde algumas gramas podem não resistir às baixas temperaturas.

 

(Foto: Pinterest)

 

Escolha o seu tipo de grama

Agora que você já conheceu os melhores tipos de grama, é chegado o momento de escolher a melhor opção para o seu jardim. E, para isso, é necessário que você se atente aos pontos a seguir, a fim de garantir a melhor escolha possível:

Considere a exposição ao sol

Você precisa ter em mente qual será o tipo de exposição ao sol que a sua grama estará submetida. Ou seja, se haverá algum tipo de sombreamento no decorrer do dia, ou se ela estará exposta aos raios solares durante todo o dia.

Desse modo, você deverá optar pela seguinte grama, de acordo com a exposição:

  • Se há sombreamento ao longo do dia: grama Santo Agostinho, grama Coreana.
  • Se não há sombreamento ao longo do dia: grama São Carlos, grama Esmeralda, grama Batatais, grama Bermuda.

Considere a circulação de pessoas

Outro ponto imprescindível para escolher o melhor tipo de grama para o seu jardim, é considerar a circulação de pessoas. Ou seja, observe se haverá muito pisoteio no gramado, ou não.

  • Quando há muito pisoteio: grama São Carlos, grama Esmeralda, grama Bermuda, Grama Santo Agostinho.
  • Quando há pouco pisoteio: grama Coreana.

Considere a umidade do ambiente

Por fim, outro fator importante é a consideração da umidade do ambiente. Afinal, existem gramas que resistem mais aos climas secos, do que outras, e vice e versa. Portanto, atente-se as seguintes informações:

  • Quando o ambiente é muito úmido: Grama Santo Agostinho.
  • Quando o ambiente é muito seco: Grama Batatais.
  • Quando o ambiente é equilibrado: Qualquer uma das opções.

Agora é com você

Agora que você já pode conhecer todas as características dos tipos de grama, é hora de escolher a opção para o seu projeto. Considerando os fatores de escolha, será impossível não garantir um acabamento duradouro e bonito para o seu quintal.

Depois é só nos contar nos comentários qual foi a opção que você escolheu, e por quê.

Add Comment