Modelos de Persianas: Como Escolher a Melhor Opção

Está pensando em mudar a decoração da sua casa, mas não sabe como escolher o melhor entre a infinidade de modelos de persianas? E ainda, não sabe quanto investir para ter o acabamento que deseja? Fique tranquilo! Nós preparamos o nosso guia de hoje especialmente para você, que quer mudar algum ambiente de sua casa, com uma bela persiana, mas ainda tem dúvidas sobre qual a melhor opção.

Abaixo vamos lhe ajudar, de maneira simples e prática, a como escolher o melhor tipo de persiana de acordo com o seu objetivo. Lembre-se apenas de considerar primeiramente o ponto mais importante: o seu gosto pessoal. Utilizando ele como base, certamente não haverá erro na hora de escolher o modelo mais bonito. Visto isso, vamos às nossas dicas:

Como escolher a melhor opção

Para escolher o melhor modelo de persiana é preciso que você se atente aos detalhes e, obviamente, tenha paciência. Pois um grande erro na hora de mudar a decoração, ou até mesmo, na hora de construir ou reformar, é quando somos “afobados” demais. E, essa pressa toda, certamente atrapalha a escolha de um bom produto, um bom material, um bom revestimento, etc.

Portanto, antes de qualquer coisa, pesquise! Planeje e pesquise o tipo de persiana que você irá adquirir, para não cair no erro de incrementar a sua decoração com um material frágil, por exemplo. Visto isso, acompanhe as nossas dicas e boas compras:

 

modelos de persianas

(Foto: Pinterest)

 

Para não errar na escolha

Para não errar na escolha, existem alguns pontos importantes que você precisa considerar na hora de escolher o seu modelo de persiana. Quando você estiver ciente de cada um deles, já será o momento de adquirir este novo item prático, versátil e decorativo para a sua casa.

Invista em harmonia

O primeiro passo para acertar no modelo de persiana, é pensar na harmonia do ambiente. Ou seja, pensar nas cores da decoração, na iluminação que a cortina poderá proporcionar (ou cortar), entre outros fatores.

Dessa forma, invista em cores que permaneçam em harmonia. E, se for para ter um item discreto em sua decoração, que este item seja a sua persiana, ok? Nada de exagerar em cores fortes ou querer inovar demais. A cortina não pode chamar mais atenção do que os outros itens da decoração.

A não ser, obviamente, que este seja o seu verdadeiro objetivo: proporcionar uma ênfase maior em sua janela, do que nos seus móveis, no seu chão, nas suas paredes, etc. O que, na grande maioria dos casos, não acontece. Portanto, se você tem dúvidas e acha que pode errar na escolha da cor, invista em cores como bege, mel, branco, ou até mesmo, coloridas em tom bebê.

Porém, um adendo importante: a cortina não pode ser da cor da sua parede. Pois, por mais que a mesma tende a ser um item discreto da decoração, isso não significa que tem que ficar totalmente apagada, ok? Mais uma vez: é necessário equilíbrio! A decoração precisa se “encaixar” na sua escolha.

Preserve as medidas

Pensar no melhor modelo de persiana requer atenção as cores e o tamanho. Afinal, sabemos que, algumas janelas, podem necessitar de um acabamento mais quadrado, enquanto outras requerem um acabamento mais retangular.

Portanto, para não errar na hora de encontrar o melhor modelo de persiana, saia de casa já munido com as medidas que você deseja para a sua cortina. Assim você evita a aquisição de um produto menor, ou então, muito maior do que sua janela.

Procure manter uma folga de, pelo menos, 20 cm acima e abaixo da janela, e uma folga de 15 cm para as medidas laterais. Ou se preferir, é possível ainda adquirir uma persiana de largura maior, dependendo do seu gosto pessoal. A diferença só não pode ser muito exorbitante: a sua persiana precisa ser feita perfeitamente para a sua janela.

Não obstante, muitas empresas que instalam as persianas apresentam o serviço de irem até a sua casa medir a sua janela. Para estes casos, esteja atento que a medida supra exatamente a sua necessidade. O profissional poderá sugerir o padrão de “folga” em torno da janela, mas, caso seja uma opção pessoal sua, não deixe de sugerir o tamanho que você pensou, ok? A casa é sua e a decoração também.

Considere o investimento

Não é porque a persiana na loja X é muito mais barata que a persiana vendida na loja Y, que você deve optar pela primeira opção. Lembre-se: muitas vezes o barato pode sair caro, ok?

Portanto, considere investir em um produto de qualidade, que não fique necessitando de manutenções constantes. Além disso, o profissional que irá instalar a sua persiana também precisa ser qualificado, ok? Não caia na conversa de pagar pouco, pois se a sua persiana for mal instalada e, por exemplo, ficar torta, toda a sua funcionalidade e beleza serão comprometidos.

A limpeza também conta

Só quem tem persiana em casa sabe o trabalhão que elas são capazes de proporcionar na hora da limpeza. Portanto, se você está pensando em adquirir diversas persianas, talvez este seja um fator a ser pensado.

Optar por tons mais terrosos, e persianas mais “mescladas”, por exemplo, podem ser uma saída interessante para minimizar os efeitos que o tempo pode provocar. Assim, a manutenção e os cuidados com a limpeza podem ser menores.

A não ser que você esteja disposto a contratar um profissional, de mês em mês, para fazer este trabalho para você! Dessa forma, certamente, cores muito claras não serão um problema, não é?

Vertical ou horizontal?

Por fim, outro fator que muita gente se questiona na hora de escolher o modelo de persiana ideal: vertical ou horizontal? Acontece que, para responder esse questionamento, não há uma regra a ser seguida. Ou seja, tudo dependerá do seu gosto pessoal e do objetivo final que você quer adquirir com a sua cortina. O máximo que podemos lhe dizer, é que:

  • Horizontal: Se você optar pelo tipo de persiana horizontal, precisa estar ciente sobre o “probleminha” com as passagens de ar. Isto é, se a sua ideia é instalá-la em um ambiente onde há uma grande corrente de ar entre o ambiente e a janela, a sua persiana poderá ser afetada. O vento poderá “prensá-la” de tal forma que a mesma entorte e, até mesmo, arrebente em alguma parte. E, mesmo que você a deixe entreaberta, a passagem de ar ainda assim poderá prejudicar a sua cortina. Portanto, invista nessas opções quando a sua janela não estiver muito exposta a correntes de ar fortes, ok?
  • Vertical: A vertical também pode ocasionar um leve incômodo em ambientes com maior ventilação, por conta do seu “balançar” constante e, dessa forma, corre o risco de se enroscar. Porém, é a mais recomendada para esses ambientes, já que o prejuízo é muito mais raro (o vento precisa ser intenso de verdade) e a mesma pode “voar” em harmonia com a passagem de ar, sem problemas maiores.

Visto estes pontos, caberá a você decidir sobre qual o tipo de persiana que melhor se encaixa no ambiente que você deseja renovar.

Modelos de persianas para você se inspirar

Agora que você já sabe tudo sobre persianas, é hora de escolher o melhor modelo para a sua casa! Separamos algumas inspirações para você, veja a seguir:

 

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

 

Add Comment