Melhores Tipos de Madeiras Para Móveis

Conhecer os melhores tipos de madeira para móveis é o primeiro passo para adquirirmos um produto de qualidade e que realmente traga bons resultados. Afinal, sabemos o quanto a madeira faz parte do nosso dia a dia, presente nas paredes, no chão, no forro e, obviamente, nos móveis. Saber mais sobre cada tipo é muito importante para que não nos frustremos mais tarde.

Pensando nisso, criamos o nosso artigo de hoje. Nele você aprenderá tudo sobre os tipos de madeira mais utilizados para fazer móveis. Além disso, poderá aprender quais são as vantagens e desvantagens de utilizar este tipo de material no seu lar. A partir disso, poderá fazer as suas compras mais tranquilamente, e assim, repaginar o seu lar de modo mais consistente.

Acompanhe a seguir todas as informações sobre este assunto:

 

(Foto: Pinterest)

 

Melhores tipos de madeira para móveis

Que existem diversos tipos de madeira, isso a gente já sabe. Porém, nem toda madeira é boa o suficiente para utilizarmos na construção de um móvel. Portanto, é imprescindível que você conheça os melhores tipos de madeira para móveis. Considerando importantes pontos, como a proliferação de cupins e a absorção de umidade. Visto isso, vamos ao nosso artigo:

Mogno

A madeira Mogno é considerada um dos melhores tipos deste material para móveis. A sua tonalidade é mais avermelhada e escura, o que proporciona uma aparência mais sofisticada e elegante. Perfeita para ser utilizada em móveis com finalidade como escritórios e outros ambientes mais formais.

Porém, é claro que pode ser incluída em móveis do dia a dia, em casa. Uma vez que, além de linda, ela é um tipo de madeira que apresenta uma resistência mais alta que as demais, quanto à proliferação de pragas como o cupim e fungos.

Mas, do mesmo modo que a sua qualidade é mais alta, bem como a sua elegância, este tipo de madeira tende a ser mais cara que outras opções. E, por essa razão, costuma ser utilizada na fabricação de produtos e móveis com alto padrão de acabamento.

Carvalho

Este tipo de madeira é, sem dúvidas, um dos mais utilizados para fabricar móveis. Certamente você já deve ter se deparado, em algum momento, com algum móvel feito a partir deste material.

Isso ocorre, pois, apesar de resistente, esta é uma das alternativas “menos caras” que você pode encontrar no mercado. Mas, considere o nosso destaque: ela não é barata, é apenas menos cara que as outras opções do mercado.

Além disso, ela pode ser encontrada em duas cores: vermelho e branco. Aumentando, dessa forma, a variedade de finalidades do produto.

Cedro

O cedro é outra ótima opção para quem busca um material que seja realmente resistente aos males que os insetos podem provocar. Além disso, ele apresenta o ponto positivo de ser resistente à água. E, por essa razão, é uma das madeiras mais recomendadas para móveis de uso externo (como mesas e bancos de jardim).

Porém, mesmo que este tipo de material seja resistente por si só, lembre-se de sempre aplicar produtos que promovam uma proteção extra. Como, por exemplo, produtos selantes e vernizes. Além de promoverem uma maior durabilidade da madeira, ele ainda torna o acabamento mais bonito em si, como no caso do verniz.

 

(Foto: Pinterest)

 

Cerejeira

A madeira do tipo cerejeira é outra opção muito popular nos lares brasileiros. As suas cores podem variar de castanho claro até castanho avermelhado. Promovendo uma decoração elegante e única para o ambiente escolhido.

Como é uma das mais populares, tende a ser um material com um preço mais razoável, quando comparado a versões de madeira mais de alto padrão. Porém, do mesmo modo, você precisará proteger esta madeira para prevenir problemas com insetos e garantir a beleza da mesma. Mas, nada que um pequeno investimento a mais não resolva, não é mesmo?

Ipê

Certamente você já deve ter visto algum móvel construído a partir da madeira Ipê, não é? Isso porque este tipo de material também é altamente resistente a proliferação de pragas, como cupins e fungos.

Sendo uma das opções mais comuns, a madeira do tipo Ipê é altamente recomendada para móveis de área externa. Uma vez que a sua durabilidade é consistente, promovendo uma maior resistência e beleza por mais tempo.

O investimento pode até ser um pouco maior no começo, mas certamente não haverá arrependimentos ao adquirir este produto. Uma vez que ele é forte o bastante para durar anos, sem a necessidade de grandes manutenções, por exemplo.

Madeira de demolição

A madeira de demolição é uma ótima opção para quem pensa em criar um ambiente mais rústico e com uma pegada mais ecologicamente correta. Uma vez que, este tipo de material é proveniente de construções, móveis antigos e outras peças de madeira que, por alguma razão, foram “desmanchadas”.

Porém, muita gente possui um certo preconceito com relação a este tipo de madeira. Associam a ideia de demolição com “falta de qualidade”, ou “produto de origem duvidosa”. O que não é verdade. Afinal, a madeira de demolição, antes de ir para o mercado, passa por tratamentos específicos.

Ou seja, ela é preparada para voltar para o mercado. De modo que a sua resistência e beleza não sejam afetados, apenas por ser um produto “reciclado”. Portanto, quebre este preconceito e adquira uma bela peça de demolição, que você perceberá os resultados na estética da sua casa.

Peroba rosa

E por falar em madeira de demolição, a peroba rosa é um exemplo perfeito para este tipo de produto. Isso porque ela costuma ser retirada de casas antigas. O seu acabamento é muito bonito, e pode ser utilizada para qualquer cômodo da casa. Certamente você terá bons resultados com este tipo de madeira, tanto no sentido estético, quanto no sentido de durabilidade.

 

(Foto: Pinterest)

 

Pinho

A madeira do tipo pinho é uma das mais utilizadas para a fabricação de móveis para interiores. Sendo também, uma das opções mais econômicas do mercado. Certamente você já se deparou com uma madeira deste tipo em algum lar que você visitou. Ou até mesmo em sua casa possa ter móveis deste tipo.

Basta você observar o “desenho” da madeira em questão. No caso do pinho, a sua maior característica é a relacionada com os seus grandes e marcados anéis.

Melhores tipos de madeira para móveis – vantagens e desvantagens

Agora que você já conheceu os melhores tipos de madeira para móveis, é hora de pensar nas vantagens e desvantagens de adquirir um produto deste tipo. Afinal, mais do que a beleza em si, precisamos pensar também em outras características importantes. Assim, podemos fazer uma compra com maior coerência e estabelecer resultados mais positivos.  Veja a seguir:

Vantagens

Todo mundo sabe que os móveis que são feitos de madeira podem gerar diversos benefícios para os consumidores. Uma vez que, além de lindos, são materiais que duram gerações em uma família. Conheça, portanto, as vantagens de se aventurar com móveis de madeira:

Beleza

A beleza é um ponto alto da madeira, e isso não podemos negar. Ela é capaz de deixar qualquer ambiente mais sofisticado, bonito e com uma sensação de lar incrível. O aconchego da madeira é tanto, que promove até uma melhor acústica do ambiente. O que gera um conforto não só visual, mas auditivo também.

As suas texturas são ótimas para criar os mais diversos tipos de decoração, nos mais diversos ambientes. As cores naturais deixam tudo mais equilibrado, pronto para receber outras peças decorativas.

Certamente você encontrará uma cor ou tonalidade que realmente combine com o restante da sua decoração. Promovendo um ar de limpeza, organização e beleza.

 

(Foto: Pinterest)

 

Resistência

Outro ponto que não podemos negar é o que diz respeito à resistência deste tipo de móvel. A madeira, por si só, pode perdurar gerações em uma família, desde que ela seja sempre bem cuidada. Pois, é claro que ela é resistente e muito durável, mas cuidados como a selagem e a pintura com verniz, são muito importantes para sempre mantê-la como nova.

Tirando este ponto, certamente você terá um móvel para passar para sua filha e posteriormente aos seus netos. Sem contar que, grande parte dos móveis de madeira, são resistentes a água e a impactos. Mas, é claro que ainda existem aquelas opções que podem sofrer mais com a umidade, do que outras.

Desvantagens

Porém, como nem tudo são flores, precisamos também pensar nas desvantagens de adquirir um móvel feito de madeira. Mesmo que o produto seja de qualidade, existem pontos negativos que sempre precisamos considerar. Para então, realmente termos aquele resultado interessante que tanto esperamos.

Preço

Primeiramente, todos nós sabemos que o preço de uma peça de madeira de verdade é muito mais elevado do que o preço de móveis mais “comuns”. Isso tudo por conta, obviamente, dos benefícios que a madeira promove. Desde no sentido estético, até o sentido de resistência e durabilidade.

Portanto, é preciso compreender o ponto do preço como uma vantagem e desvantagem. Vantagem porque, de modo geral, você estará fazendo um investimento de longo prazo. E, dessa forma, não precisará ficar adquirindo novos produtos em pouco tempo. Enquanto que, a desvantagem, diz respeito à possibilidade de você não ter condições de adquirir um produto tão caro no momento. E, infelizmente, terá que adquirir um material de custo mais baixo, mas de qualidade duvidosa.

 

(Foto: Pinterest)

 

Peso

Outro ponto que, para alguns pode ser desvantagem ou não, é com relação ao peso do material. A madeira, por si só, pode ser muito pesada. E, por essa razão, a locomoção do móvel pode ficar um pouco comprometida. Portanto, este é um aspecto muito importante que você deve pensar antes de comprar, principalmente se você é do tipo de pessoa que adora mudar a disposição dos móveis com frequência. Pois pode ser que você tenha um trabalho a mais a cada nova faxina.

Cuidados

Por fim, um ponto que pode também ser visto como negativo ou não, é com relação aos cuidados que você precisa ter com o seu móvel de madeira. Como, por exemplo, a limpeza, a aplicação de vernizes, e até mesmo dedetização, em alguns casos. Porém, se você tem tempo disponível para sempre manter os seus móveis bem cuidados, este ponto talvez não seja tão “ruim” assim.

Agora é com você: adquirir um móvel de madeira ou não?

Agora que você já conheceu os melhores tipos de madeira para móveis, além de saber tudo sobre as vantagens e desvantagens deste produto, é hora de decidir a sua compra. Será que esta opção é, realmente, a melhor para a sua casa? Será que terá bons resultados em sua decoração?

Depois de tomar a sua decisão, não deixe de nos contar, nos comentários, quais foram os resultados. Lembre-se que planejar a compra e pesquisar bons preços é muito importante para conquistar o móvel dos seus sonhos. Boas compras e bom planejamento para você!

Add Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.